Fique por dentro de todas as novidades. Inscreva-se agora!
x
Preencha os campos abaixo e cadastre-se!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba todos
os materiais do Falando de Proteção em sua caixa de e-mail


home > Dicas > 5 dicas de manutenção para o seu EPI

5 dicas de manutenção para o seu EPI

Cuidar bem do seu EPI é fundamental para que ele te proteja durante o seu trabalho

Tão importante quanto identificar qual EPI usar nas diferentes funções de trabalho, é saber como fazer sua manutenção corretamente – e de acordo com as normas regulamentadoras. Quando um colaborador recebe seu equipamento, é imprescindível que ele saiba utilizá-lo e preservá-lo para, assim, manter a integridade do material e diminuir riscos de uso. Para ajuda-lo na manutenção de seus equipamentos, separamos algumas dicas básicas que podem ser usadas com os mais diferentes materiais e que ajudam a prolongar a vida útil do material.

post_image

  • Evite produtos abrasivos e corrosivos.
  • Sempre utilize sabão neutro para lavar seus EPIs.
  • Coloque seu equipamento para secar na sombra – é importante evitar o sol, pois o calor pode danificar o material e causar danos como rachaduras, por exemplo.
  • Nunca guarde um EPI sem que ele esteja totalmente seco. Um equipamento úmido pode desencadear a proliferação de bactérias.
  • Evite guardar seu EPI junto com outros itens. Lembre-se de que este equipamento é responsável por sua segurança no trabalho.

trabalhadores apontando e executando projetos

Outro ponto que deve ser observado é que o colaborador precisa conhecer seu equipamento e suas formas de uso. Dessa forma, ele não só consegue identificar qual é o melhor material para fazer a higienização como, também, os cuidados são feitos de forma mais assertiva e eficiente.

Com os cuidados certos, você não só prolonga a vida útil do seu EPI como também diminui os riscos de doenças ocupacionais.

1.386
0
Inscreva-se:
Anterior
Próximo