Fique por dentro de todas as novidades. Inscreva-se agora!
x
Preencha os campos abaixo e cadastre-se!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba todos
os materiais do Falando de Proteção em sua caixa de e-mail


home > Dia a Dia > Acidentes de Trabalho em Cozinhas Industriais

Acidentes de Trabalho em Cozinhas Industriais

Confira os principais acidentes de trabalho em cozinhas industriais e dicas de como preveni-los.

Causados em sua imensa maioria por falta de limpeza e organização, a maior parte dos acidentes de trabalho em cozinhas industriais seriam evitados com medidas simples de prevenção.

Queimaduras, Cortes e Lesões

As queimaduras configuram grande parte dos acidentes de trabalho em cozinhas industriais, decorrentes do uso constante de óleo quente e do convívio com equipamentos em fogo alto. Situações que se resolveriam com o uso de fritadeiras e luvas de proteção.

Cortes e lesões também são comuns entre os acidentes de trabalho em cozinhas industriais, causados em sua maioria pelo uso constante de facas, lâminas e objetos cortantes afiados, além de máquinas e equipamentos como moedores ou processadores. Luvas resistentes que cubram o punho manteria os trabalhadores mais protegidos.

Quedas e tropeções

Quedas e tropeções também aparecem constantemente no ranking de acidentes de trabalho em cozinhas industriais. Soma-se às quedas, um ambiente cercado de fogo e objetos quentes para se certificar da gravidade que esses acidentes podem atingir.

Algumas medidas que podem evitar essas situações:

  • Trabalhar em pisos regulares, de preferência antiderrapantes;
  • Evitar obstruir o espaço com caixas e recipientes;
  • Manter o piso seco e limpo;

 A importância do ambiente adequado e da manutenção de equipamentos

A manutenção inadequada de equipamentos pode levar aos mais graves acidentes de trabalho em cozinhas, como amputações, preensões e choques elétricos.

As cozinhas também funcionam com um fluxo desordenado, levando aos acidentes de trajeto – as famosas trombadas – muitas vezes em pessoas carregando panelas quentes ou objetos cortantes. Por isso, é necessário contar com um certo espaço para a movimentação de pessoal. Um ambiente amplo, organizado e arejado pode evitar essas situações.

Doenças Ocupacionais

Há estudos que elencam as doenças ocupacionais como campeãs das reclamações a respeito de acidentes em cozinhas industriais. Elas ocorrem por diversos fatores, desde o excesso de movimentos repetitivos, permanência em pé por muito tempo, dimensões e configurações do ambiente físico, facas mal afiadas, equipamentos inadequados, má organização ou levantamento excessivo de peso por parte dos trabalhadores.

Grande parte do que falamos aqui seria resolvido sintomaticamente com treinamentos individuais e coletivos de segurança. A conscientização, que vai desde a utilização dos EPIs corretos – das luvas aos calçados, passando pelos aventais – até a organização e manutenção do ambiente seria capaz de reduzir drasticamente acidentes de trabalho em cozinhas industriais.

 

20.863
0
Inscreva-se:
Anterior
Próximo