Fique por dentro de todas as novidades. Inscreva-se agora!
x
Preencha os campos abaixo e cadastre-se!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba todos
os materiais do Falando de Proteção em sua caixa de e-mail


home > Especial > Acidentes de trabalho mais comuns na construção civil

Acidentes de trabalho mais comuns na construção civil

Cada fase de uma obra requer cuidados específicos para proteger os trabalhadores e evitar os acidentes de trabalho mais comuns na construção civil.

Você sabe quais são os acidentes de trabalho mais comuns na construção civil? Aprofundar esse assunto é o primeiro passo para preveni-los e oferecer os EPIs adequados para cada fase da obra. Esse é o primeiro de uma série de posts que preparamos para aprofundar o assunto e, consequentemente, a discussão sobre proteção e segurança de uma obra e seus trabalhadores, desde a fase inicial até o seu acabamento.

1. Acidentes de trabalho mais comuns na construção civil: limpando o terreno e montando gabarito.

A limpeza ou preparação do terreno exige diversos cuidados para evitar:

  • Picadas de insetos e bichos peçonhentos, como por exemplo aranhas ou, dependendo da localização, até mesmo cobras.
  • Lesões causadas pelo contato com a vegetação do terreno, como galhos, farpas, folhas serrilhadas ou plantas tóxicas.
  • Quedas provocadas por desníveis.
  • Tropeções ou torções provocadas pela irregularidade do terreno.

Na montagem do gabarito, é comum a utilização de martelos para pregar estacas. Isso por si só já acaba amplificando a possibilidade de um acidente. Também pelo contato físico com os gabaritos, farpas na pele e arranhões são bem comuns nessa fase. Queimaduras de sol também podem ocorrer por causa da exposição excessiva, tanto nessa fase como nas duas fases a seguir.

 2. Acidentes de trabalho mais comuns na construção civil: montagem do barracão e levantamento topográfico.

Montar um barracão exige manuseio e transporte de materiais leves ou pesados, o que pode causar impactos físicos. A frequente utilização de serrotes e a presença constante de pregos não-rebatidos nessa fase pode causar perfurações. Como trata-se de uma estrutura a ser montada, deve-se tomar cuidado também com quedas de escadas. O ajuste do tripé do teodolito e/ou da mira, no momento de levantamento topográfico, pode causar quedas em diversos níveis. Não raro, há prensagem de dedos na montagem e no transporte dos equipamentos.

3. Acidentes de trabalho mais comuns na construção civil: Deslocamentos

Essa ainda é uma fase de muitas quedas, pois o terreno ainda é irregular.  Impactos físicos também são comuns, sejam contra objetos físicos ou em transporte. Esses também podem causar pequenas perfurações ou cortes.   No próximo post, vamos falar dos acidentes de trabalho mais comuns na construção civil após o início das atividades de obras, a começar pela escavação. Fique de olho.

Veja também:

Acidentes de Trabalho Mais Comuns

Acidente de Trabalho | O que fazer

A Importância do EPI Correto

14.955
0
Inscreva-se:
Anterior
Próximo