Fique por dentro de todas as novidades. Inscreva-se agora!
x
Preencha os campos abaixo e cadastre-se!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba todos
os materiais do Falando de Proteção em sua caixa de e-mail


home > Dia a Dia > Brasil é o 4º país no ranking mundial de acidentes no trabalho

Brasil é o 4º país no ranking mundial de acidentes no trabalho

Diretor geral da Organização Internacional do Trabalho alerta o mundo para o alto número de mortos anualmente em consequência do trabalho.

capacete

O “XX Congresso Mundial sobre Segurança e Saúde” foi realizado em Frankfurt, na Alemanha, dos dias 24 a 27 de agosto de 2014 e reuniu cerca de quatro mil especialistas em segurança, cientistas e políticos de mais de 130 países.

O tema escolhido para a ocasião foi “Um mundo sem acidentes ocupacionais sérios ou fatais é possível”.

Durante sua palestra, Guy Ryder, diretor geral da OIT (Organização Internacional do Trabalho), alertou para o número de 2,3 milhões de mortes por ano por acidentes e doenças de trabalho e de 860 mil pessoas que sofrem algum tipo de lesão por dia no mundo todo.  Segundo Ryder, morre mais gente trabalhando do que em guerras. Os custos estimados de incidentes de trabalho e doenças totalizam 2.800 bilhões de dólares, anualmente.

Ryder disse que a organização iria se concentrar na criação de “uma cultura de intolerância para com os riscos no trabalho”. Como parte dessa missão, a OIT pretende reforçar seu foco em grupos vulneráveis, como trabalhadores migrantes.

“Ebola e as tragédias que acontecem estão nas manchetes diárias – o que está certo”, disse Ryder.

“Mas óbitos relacionados ao trabalho não são notícia. Assim, a tarefa a seguir é o de estabelecer uma cultura de permanente consciência.”, completou.

Veja no vídeo abaixo um trecho da palestra (disponível somente em inglês, sem legendas):

O Brasil ajuda e muito com essas estatísticas. Aqui acontecem mais de 700 mil acidentes e adoecimentos por conta do trabalho, estamos em quarto lugar no ranking mundial . O único jeito de melhorar é investir em fiscalização, prevenção e conscientização dos funcionários, além do uso de EPIs de qualidade e confiança. Só assim para o país criar uma geração capaz de alterar esses números.

Para os profissionais da área, como os Engenheiros de Segurança, Saúde e Meio Ambiente, este trabalho de conscientização dos funcionários é muito importante e o desafio é diário.

O blog Falando de Proteção by DuPont já publicou alguns exemplos sobre recentes investimentos na área de segurança, como o Centro de Inovação Brasil e o novo laboratório com foco em roupas de proteção da DuPont. Confira!

6.890
0
Inscreva-se:
Anterior
Próximo