Fique por dentro de todas as novidades. Inscreva-se agora!
x
Preencha os campos abaixo e cadastre-se!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba todos
os materiais do Falando de Proteção em sua caixa de e-mail


home > Fisp > Espaço Falando de Proteção tem sua primeira palestra com tema em Proteção Térmica

Espaço Falando de Proteção tem sua primeira palestra com tema em Proteção Térmica

Lucas Loureiro, especialista da DuPont, falou sobre o Nomex MHP e deu dicas sobre proteção. Confira!

 

 

Nesta quarta-feira, 08/10, começou a XX Feira Fisp. E a DuPont está com tudo por aqui! Além de um stand super bacana com alguns de seus lançamentos de produtos, a empresa trouxe para o auditório da feira o exclusivo espaço Falando de Proteção by DuPont, onde especialistas em proteção podem bater um papo direto com o público. A primeira palestra recebeu o especialista Lucas Loureiro. Sua palestra durou aproximadamente uma hora, sobre o tema: “Proteção Térmica- Riscos e Prevenções / Novidade: Nomex® MHP, conforto e multi proteção”. Ele começou explicando melhor a diferença entre Nomex® e o lançamento Nomex® MHP:

“Nomex® já é conhecido mundialmente há décadas e agora a novidade é o Nomex® MHP, que garante proteção contra multirriscos, como calor, chama, respingos de metal líquido, arco elétrico e solda”, contou Lucas, que também ressaltou a evolução no quesito conforto do produto: “Encontramos uma engenharia para controlar a umidade, de um jeito que o suor passa pelo tecido, evaporando, mantendo o usuário seco e confortável”.

Outro ponto levantado na palestra foi o do tecido Nomex®. Diferente do algodão tratado, o Nomex® é feito com tecido inerente. Ou seja, a proteção faz parte do tecido, podendo ser lavado diversas vezes que a proteção não sai.

“Já vi testes com Nomex® com até oito anos de uso que continuavam seguro e aptos para serem usados. A durabilidade de Nomex® é realmente bem maior do que em tecidos tratados, que duram em média 10 lavagens”, completou o palestrante.

Para encerrar, Lucas deixou uma dica importante:

“Alguns funcionários pedem para usar camisetas de algodão por de baixo da proteção. Pode, mas tem que ficar muito atento para que a camiseta fica bem fechada dentro da roupa! Caso contrário e em caso de acidente, a camiseta pode pegar fogo, machucando severamente o trabalhador”.

 

Confira a entrevista com Lucas Loureiro realizada no espaço “Falando de Proteção” by DuPont na XX Feira Fisp:

363
0
Inscreva-se:
Anterior
Próximo