Fique por dentro de todas as novidades. Inscreva-se agora!
x
Preencha os campos abaixo e cadastre-se!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba todos
os materiais do Falando de Proteção em sua caixa de e-mail


home > Dicas > Gerenciamento de Riscos: você está fazendo isso certo?

Gerenciamento de Riscos: você está fazendo isso certo?

Descubra as quatro principais ferramentas de gerenciamento de riscos e comece o mês de abril com um ambiente de trabalho ainda mais seguro

Há algumas semanas, disponibilizamos aqui no blog os números de acidentes no trabalho registrados no Brasil, em 2017. Os dados, que impressionam, não só nos coloca em alerta quanto a medidas preventivas como, também, exigem um posicionamento ainda mais eficiente quando o assunto é gerenciamento de riscos. E é sobre isso o post de hoje.

O Gerenciamento de Risco começa na formação da CIPA, que também explicamos aqui no blog o que é. Com ela, a equipe consegue fazer avaliações, providenciar treinamentos, colocar o assunto em pauta entre os colaboradores e, principalmente, fomentar a troca de informações entre quem trabalha nos campos de risco e quem deve providenciar as melhorias. Depois da formação da CIPA, existem quatro outros itens que são considerados as principais ferramentas de gerenciamento de risco. São eles:

– DDS

Sempre ressaltamos a importância do Diário de Segurança, isso porque ele é primordial para tornar o ambiente de trabalho cada vez mais seguro. Neste post, você entende mais sobre ele e ainda recebe dicas sobre como construir um diário eficiente.

– Mapa de Risco

Não tem como falar sobre medidas preventivas e não citar Mapa de Risco, não é mesmo? O mapa continua sendo uma das principais ferramentas para prevenção de acidentes e a DuPont oferece esse serviço para a sua empresa (você pode saber mais sobre esse trabalho aqui). Caso você queira reunir informações e montar um mapa com sua equipe, este post pode te ajudar.

pessoas com as mãos sobre um mapa de risco

– PPRA

O Programa de Prevenção de Riscos Ambientais também é uma importante ferramenta para gerenciar riscos. Além de ser exigido pela NR 9, o PPRA tem como objetivo prever, reconhecer, analisar e controlar os agentes de riscos ambientais dentro do espaço de trabalho.  Você também pode saber mais sobre o programa aqui no Falando de Proteção.

– EPIs

E é claro que citaríamos o uso de EPIs aqui, afinal, é o equipamento de proteção individual que acompanha o colaborador durante todo o dia e execução de suas tarefas. Aqui no Falando de Proteção nós temos um grande acervo de posts que vão desde dicas gerais de manutenção de EPIs, até explicações sobre materiais de confecção. Que tal tirar uns 15 minutinhos e dar uma lida no nosso conteúdo?

E aí? Gostou da nossa seleção? Então, que tal começar abril dando com um gás a mais e com um local de trabalho cada vez mais seguro?

 

 

931
0
Inscreva-se:
Anterior
Próximo