Fique por dentro de todas as novidades. Inscreva-se agora!
x
Preencha os campos abaixo e cadastre-se!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba todos
os materiais do Falando de Proteção em sua caixa de e-mail


home > Dia a Dia > Como prolongar a vida útil do seu EPI

Como prolongar a vida útil do seu EPI

Seguindo as devidas indicações, é simples fazer com que a vida útil do seu EPI […]

Seguindo as devidas indicações, é simples fazer com que a vida útil do seu EPI e a proteção dele fique garantida por mais tempo.

A gente sempre bate na tecla da importância de prevenir para não precisar remediar quando se trata de segurança no trabalho. O uso e a vida útil do seu EPI adequado é fundamental para manter o ambiente saudável para todos, assegurando a proteção dos trabalhadores e a qualidade dos processos.

Mas não adianta utilizar um equipamento de segurança desgastado e impróprio para uso. E é por isso que separamos algumas dicas essenciais para te ajudar a cuidar de forma apropriada do seu equipamento de proteção individual, fazendo com que ele dure mais.

Como lavar e manter a vida útil do seu EPIs

Primeiramente, utilize outras luvas e avental para de proteger ao realizar a limpeza e a vida útil do seu EPI. É recomendado usar sabão neutro e evitar o uso de detergentes com enzimas alvejantes.

  1. Botas e luvas de proteção: devem ser lavadas com bastante água;
  2. Óculos de proteção: devem ser lavados com sabão neutro e água. É importante usar algum tecido macio para não riscar na secagem;
  3. Máscaras: para esse tipo de respirador, é necessário seguir a indicação de cada fabricante;
  4. Macacões e aventais: devem ser higienizadas conforme as indicações das etiquetas. Todos os produtos da DuPont, por exemplo, acompanham indicações convenientes para cada equipamento.

 

E depois?

– Deixar secar na sombra, pois o sol pode danificar seus EPIs;

– Após a limpeza, é importante que os equipamentos sejam armazenados corretamente, longe de locais com umidade ou calor;

– Jamais guardar os produtos úmidos ou molhados;

– Não misturar o EPI com outras roupas;

– Ficar sempre de olho na validade e possíveis danos nos equipamentos de segurança;

– Ter sempre mais de um EPI disponível.

É crucial que todos os funcionários sejam devidamente treinados para utilizar seus EPIs corretamente, respeitando a finalidade de cada um.

Há muitos riscos associados a EPIs sujos ou mal armazenados, como queimaduras, visão prejudicada por óculos de proteção sujos, irritação na pele por EPI contaminado, etc. Por isso, a manutenção – limpeza e armazenamento adequados – deve ser realizada com frequência, além de exames minuciosos nas peças de tempos em tempos.

 

 

0
0
Inscreva-se:
Anterior
Próximo