Fique por dentro de todas as novidades. Inscreva-se agora!
x
Preencha os campos abaixo e cadastre-se!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba todos
os materiais do Falando de Proteção em sua caixa de e-mail


home > Dia a Dia > O GHS e a classificação de Perigos

O GHS e a classificação de Perigos

Saiba mais sobre o GHS e descubra mais sobre os perigos que devem ser classificados no seu ambiente de trabalho.

Manter a segurança e a saúde dos trabalhadores é um trabalho constante para os técnicos e engenheiros de segurança do trabalho, mas existem uma série de recursos que podem ajudar no combate aos riscos, sejam químicos, térmicos ou mecânicos.

É muito importante ter a atenção redobrada durante a classificação de perigos, principalmente dos produtos químicos que obrigatoriamente precisa comunicar todos seus riscos através dos rótulos ou pela FISPQ (Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos).

O GHS

Com o amplo uso dos produtos químicos em diversos setores da indústria, foram desenvolvidas uma série de regulamentações específicas para o setor (transporte, produção, locais de trabalho, etc). Dessa forma foi criado o GHS (The Globally Harmonized System of Classification and Labelling of Chemichals),  Sistema Harmonizado Globalmente para a Classificação e Rotulagem de produtos químicos, em português.

O GHS abrange:

  • Definição dos perigos dos produtos químicos;
  • Criação de processos de classificação que usem os dados disponíveis sobre os produtos químicos que são comparados a critérios de perigo já definidos;
  • A comunicação da informação de perigo em rótulos e FISPQ (Fichas de Informação de Segurança para Produtos Químicos).

MANTENHA A SEGURANÇA

Hoje, no Falando de Proteção, você vai descobrir quais perigos devem ser classificados de acordo com o GHS para prevenir acidentes e adoecimentos no seu local de trabalho:

PERIGOS FÍSICOS

  • Corrosivos aos metais
  • Explosivos
  • Gases inflamáveis
  • Gases oxidantes
  • Gases sob pressão
  • Líquidos inflamáveis
  • Sólidos inflamáveis
  • Substâncias auto-reativas
  • Misturas de elementos auto-reativos
  • Sólidos e Líquidos pirofóricos
  • Substâncias ou misturas que, ao entrar em contato com a água, liberam gases inflamáveis
  • Líquidos Oxidantes
  • Sólidos Oxidantes
  • Peróxidos orgânicos

RISCO À SAÚDE

  • Toxicidade agura
  • Corrosão e irritação da pele
  • Lesões oculares graves
  • Irritação Ocular
  • Sensibilidade Respiratória
  • Sensibilidade na pele
  • Mutação em células germinativas
  • Carcinogenicidade
  • Toxicidade à reprodução
  • Toxicidade sistêmica para órgão alvo com exposição múltiplca e única
  • Perigo de Aspiração

Com essas informações é possível identificar os perigos que rondam os produtos químicos. Caso haja a necessidade de escolher um equipamento de proteção individual, lembre-se de consultar o DuPont SafeSPEC para decidir qual o EPI recomendado para cada situação.

Fique por dentro das novidades do Falando de Proteção. Assine nossa newsletter.

 

Fonte: Revista Proteção

1.139
0
Inscreva-se:
Anterior
Próximo