Fique por dentro de todas as novidades. Inscreva-se agora!
x
Preencha os campos abaixo e cadastre-se!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba todos
os materiais do Falando de Proteção em sua caixa de e-mail


home > Dicas > Os EPIs obrigatórios Segundo a NR 35

Os EPIs obrigatórios Segundo a NR 35

Descubra quais são os EPIs obrigatórios pela NR 35, norma que regulamenta atividades em locais altos, e proteja sua equipe

Uma das áreas que mais oferecem riscos aos trabalhadores, sem dúvidas, é a que envolve altura. Segundo o MTE (Ministério do Trabalho e Emprego), 40% dos acidentes de trabalho, acontecem durante atividades em altura. Para desempenhar esse tipo de trabalho, é primordial que o colaborador passe por treinamentos específicos, que tenha total atenção durante a execução da tarefa e, é claro, faça uso dos equipamentos de segurança da forma mais cuidadosa possível. Mas você sabe de cor quais são os EPIs obrigatórios, segundo a NR 35, norma que regulamenta esse tipo de atividade?

Se você não se lembra, nós te ajudamos a relembrar!

trabalhador fazendo atividades em altura

  1. Cinturão de segurança

Confeccionado em nylon ou poliéster, o cinturão tipo paraquedista deve ser ajustável com o auxílio de fivelas, ser preso na cintura e as pernas e ficar posicionado na região dorsal do colaborador. Ele de ser utilizado juntamente com o:

  1. Trava-quedas

Conectado ao cinturão e ao cabo de aço, o trava-quedas é fundamental em trabalhos que que exijam movimentação vertical ou horizontal.

  1. Capacete

Nós já falamos bastante sobre capacete aqui no blog e é claro que ele também é fundamental quando falamos sobre atividades que envolvem altura. Aqui, ele é indispensável pois é capaz de amenizar o risco de lesões no crânio e até mesmo acidentes fatais.

  1. Talabartes

Categorizado em três tipos (o simples, com apenas um ponto de ancoragem), o Y (com três pontos de ancoragem e utilizado principalmente em andaimes) e o de Posicionamento (que funciona como complemento para os dois modelos anteriores), esse equipamento assegura que o trabalhador não colida com a superfície em casos de quedas.

  1. Luvas

Além de proteger as mãos de possíveis atritos, as luvas asseguram segurança para a manipulação de materiais e objetos nas alturas. Aqui no Falando de Proteção, luva é um dos assuntos que mais abordamos – e até mesmo fizemos um teste sobre elas. Será que você sabe tudo sobre o assunto?

  1. Óculos de proteção

Tanto para a proteção contra raios ultravioletas e demais exposições, os óculos protegem o trabalhador também de possíveis acidentes com poeiras ou líquidos.

  1. Botinas

As botinas de couro protegem os pés contra eventuais torções, escorregões e até mesmo na movimentação em caso de atividades como limpeza de vidraças, por exemplo.

  1. Mosquetão

Fundamental para usar as demais ferramentas de ancoragem, o mosquetão deve ser utilizado durante toda a atividade e retirado apenas quando o trabalhador já estiver no chão. O material deve ser fabricado em metal e utilizado junto com trava-quedas e talabartes.

E aí? Anotou? Lembrando que para saber como adquirir todos esses equipamentos e o que priorizar no momento da aquisição, é só relembrar este post aqui.

(Fonte: Gaveteiro)

1.682
0
Inscreva-se:
Anterior
Próximo

Tags