Fique por dentro de todas as novidades. Inscreva-se agora!
x
Preencha os campos abaixo e cadastre-se!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba todos
os materiais do Falando de Proteção em sua caixa de e-mail


home > Dicas > Os principais erros na hora de escolher um EPI

Os principais erros na hora de escolher um EPI

Fique atento ao que é primordial na hora de escolher seus equipamentos

Você com certeza já sabe o que deve levar em consideração na hora de escolher o equipamento de proteção individual da sua equipe, mas já parou para pensar nos principais erros que alguns profissionais podem cometer neste momento? Nós reunimos cinco desses erros para que você possa relembrar o assunto e, também, se atentar a eles. Confira.

Deixar a compra ser efetuada por outro setor

É imprescindível que a compra do EPI seja feita pelas pessoas responsáveis pela segurança do trabalho, afinal, só esse profissional está apto a reconhecer possíveis riscos para os colaboradores. Além disso, técnicos e engenheiros não só conseguem visualizar potenciais riscos nas atividades, como também, possuem um conhecimento mais apurado sobre materiais e seus desempenhos.

Não priorizar o CA – Certificado de Aprovação

O Certificado de Aprovação deve ser a primeira preocupação no momento da compra, afinal, é esse certificado que atesta a eficiência daquele material. O CA é exigido pelo MTE porque, antes de ser comercializado, ele passa por uma série de testes, o que comprova que ele é apto para ser usado como forma de proteção.

homem com capacete de proteção manuseando furadora

Não estudar o material

Logo após o CA, o material é fundamental na hora da análise. Isso porque ele é essencial quando falamos sobre proteção e resistência. Escolher um material que consiga unir proteção com usabilidade é fundamental – e você pode saber mais sobre o assunto nesse link aqui.

Lembrando que, além de se atentar a essas três práticas, é imprescindível avaliar o grau de proteção exigido para cada atividade, analisar os riscos ambientais e eminentes ao trabalhador e, é claro, discutir com os próprios colaboradores sobre o exercício das tarefas.

Qual outra dica você acha essencial na hora de fazer a compra de novos EPIs?

867
0
Inscreva-se:
Anterior
Próximo

Tags