Fique por dentro de todas as novidades. Inscreva-se agora!
x
Preencha os campos abaixo e cadastre-se!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba todos
os materiais do Falando de Proteção em sua caixa de e-mail


home > Dicas > Os tipos de poeiras e seus respectivos riscos

Os tipos de poeiras e seus respectivos riscos

Saiba mais sobre os diferentes tipos de poeiras e os perigos que elas podem apresentar ao trabalhador

Nem sempre o perigo está em grandes ferramentas ou no que podemos enxergar. Às vezes, ele se encontra em pequenas partículas que são liberadas sem que a gente perceba. Sim, estamos falando sobre poeira e seus perigos que, apesar de serem causados por algo tão minúsculo, são bastante perigosos.

homem trabalhador manuseando ferramenta com poeira

Poeira é, basicamente, uma partícula sólida produzida por um rompimento mecânico de sólidos, por meio de processos de moagem, atrito, impacto, etc. Elas são categorizadas da seguinte forma: minerais, alcalinas, vegetais e metálicas. Para você identificar melhor qual é qual e quais são seus respectivos riscos para o trabalhador, nós explicamos um pouco sobre cada uma. Confira.

Poeira mineral:

São poeiras produzidas, principalmente, em ações de perfurações, extração mineral, explosões, britagem de pedras, etc. Esse tipo de poeira causa 8% dos acidentes fatais no trabalho. Ainda que os minerais tenham suas composições diferentes, no geral, todos eles geram a poeira sílica, que é bastante nociva à saúde, podendo provocar até câncer. Para se proteger desse tipo de poeira, é imprescindível usar equipamentos de proteção respiratória completa.

Poeira alcalina:

É originária, principalmente, do calcário e é responsável por doenças pulmonares crônicas, como enfisema pulmonar.

Poeira vegetal:

O trabalhador que exerce atividades no campo, como em campos de algodão, cana de açúcar, etc, está exposto às poeiras vegetais, que são liberadas desse tipo de atividade, ou outros tipos de contato com esses materiais, como tecelagem, por exemplo. A doença ocupacional mais comum, neste caso, é a bissinose.

Poeiras metálicas:

São provenientes de atividades que envolvam metais, como lixamento de peças, por exemplo. Essas partículas oferecem ao trabalhador doenças do sistema respiratório e, também, febre e calafrios. O uso de máscaras de proteção com luvas e máscara, aliado a um ambiente arejado, diminuem os riscos desse tipo de atividade.

trabalhador manuseando ferramenta com poeira e com epi

 

Para prevenir essas doenças:

As medidas de controle mais indicadas para esse tipo de perigo devem ser tanto individuais quanto coletivas.

Coletivas: umidificar o ambiente (lavando o piso, por exemplo), ventilar o local, etc

Individuais: fornecer protetores respiratórios, aparelhos purificadores (máscara a filtro), máscaras protetoras e luvas.

É importante sempre ficar atento aos perigos da poeira, afinal, nem sempre o perigo é visível.

8.880
0
Inscreva-se:
Anterior
Próximo