Fique por dentro de todas as novidades. Inscreva-se agora!
x
Preencha os campos abaixo e cadastre-se!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba todos
os materiais do Falando de Proteção em sua caixa de e-mail


home > Especial > Projeto Estudante: inspire-se nos projetos vencedores do Prêmio DuPont

Projeto Estudante: inspire-se nos projetos vencedores do Prêmio DuPont

Conheça os cases e entenda a importância da participação de estudantes de Segurança no Trabalho e as principais vantagens do projeto para a carreira.

Foi lançado ontem o Prêmio DuPont 2018 e as inscrições já começaram. Assim como nos anos anteriores, abrimos inscrições também para a categoria estudante, seção que contempla alunos de cursos técnicos de Segurança do Trabalho. Nessa categoria, os participantes podem se inscrever com casos reais de acidentes no ambiente de trabalho, relatando de que forma os produtos DuPont poderiam ajudar a evita-los ou minimizar seus efeitos. Vencedoras do Prêmio DuPont 2017, as estudantes do Senac, Joyce Neres dos Santos Brito e Cecília Tereza Pasuch contaram um pouco sobre seus cases e, é claro, como foi participar do Prêmio. Confira! 😉

Os cases

A estudante do Senac Santo André, Joyce Neres dos Santos Brito, realizou um projeto na empresa M.A. Ferramentaria, onde pôde averiguar os perigos da adoção de um Equipamento de Proteção Individual (EPI) inadequado. Após um sério acidente, a solução para a empresa foi a adoção das luvas de proteção DuPont Kevlar®.

A M.A. Ferramentaria, situada em São Paulo, é uma empresa de fabricação de moldes termoplásticos, é uma empresa individual, portanto não há funcionários além do empresário, que utiliza máquinas de fresa, retifica plana, torno mecânico e máquina de eletro erosão. Ele relatou que frequentemente sofre acidentes nas máquinas, como cortes com os cavacos (pequenos pedaços de madeira resultantes da trituração) pois as luvas utilizadas ficam cheias do material e, por não fornecerem proteção eficaz, eles acabam perfurando o EPI e causando cortes.

O estudo apresentado ao empresário falava da importância do investimento em segurança para diminuir acidentes de trabalho e evitar perdas materiais e físicas para a empresa e a solução proposta foi a adoção da luva de proteção DuPont Kevlar®.

Já o case da estudante Cecília teve a pesquisa como base. A estudante analisou as necessidades de segurança do trabalho de catadores de resíduos sólidos urbanos e avaliou a falta de proteção desses trabalhadores no contato com materiais perfurocortantes. A pesquisadora concluiu que as luvas de proteção DuPont Kevlar® poderiam minimizar o número de acidentes e tornar o trabalho mais seguro.

O prêmio DuPont

Conquistando o primeiro lugar em sua primeira participação, Joyce contou que recebeu a notícia com bastante surpresa, mas que enxerga o prêmio como um marco em sua carreira. “É uma oportunidade imensa de colocar o que você tá aprendendo em prática. A função do técnico de segurança é de colocar o trabalhador e sua segurança em primeiro lugar e o a criação de um case para o Prêmio DuPont possibilita isso”, conta.

Para Cecília, o contato com diferentes profissionais da área foi o diferencial que a fez se inscrever no Prêmio. “O Prêmio carrega um nome muito importante e que com certeza abre portas, afinal, a DuPont é uma multinacional reconhecida por sua qualidade em trabalho de segurança. Isso sem contar os contatos que você faz com diferentes profissionais da área”, destaca.

Se inspirou? Quer participar da edição de 2018? Então clique aqui e faça sua inscrição.
O que você pode fazer para promover a cultura da segurança? 😉

97
0
Inscreva-se:
Anterior
Próximo