Dicas

Infecção hospitalar: dicas de cuidados e EPIs

Há diversos riscos biológicos e Infecção Hospitalar que podem ser encontrados no ambiente hospitalar. O uso e o armazenamento adequados dos EPIs são obrigatórios para todos os profissionais da saúde, pois, mesmo seguindo todas as normas preventivas, não é possível sanar todos os riscos. Além disso, pequenos cuidados diários ajudam a evitar uma série de problemas.

Uma prática simples, como lavar as mãos, não só pode proteger de uma infecção hospitalar, como é a principal forma de evitá-la. Afinal, ela é adquirida dentro de ambientes como UTIs e enfermarias, podendo ser transmitida de um paciente para outro e até mesmo acompanhantes, caso não sejam tomadas as medidas adequadas.

É indicado que os profissionais lavem as mãos:

  1. Antes de contato com o paciente;
  2. Antes de realização do procedimento asséptico;
  3. Após risco de exposição a fluidos corporais​​​;
  4. Depois do contato com o paciente​;
  5. Após contato com as áreas próximas aos pacientes.

A importância desses cuidados aumenta quando analisamos alguns dados alarmantes: segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), de 234 milhões de pacientes operados no mundo, 1 milhão morre por conta de infecção hospitalar, e 7 milhões apresentam complicações no pós-operatório.

Pacientes internados em UTIs são ainda mais suscetíveis a infecções, pois o uso de ferramentas invasivas, como cateter, acaba facilitando o acesso de vírus e bactérias.

Lembrando que, além dos médicos e enfermeiros, o próprio paciente deve lavar as mãos, e também os visitantes.

Quanto ao vestuário, é primordial o uso dos seguintes EPIs para evitar Infecção Hospitalar:

  • Luvas: EPI para a proteção das mãos. Lembrando que luvas descartáveis jamais devem ser reutilizadas;
  • Touca: protege tanto a área hospitalar quanto o cabelo/cabeça do profissional;
  • Avental/macacão: importante barreira contra microrganismos e substâncias diversas;
  • Óculos de proteção: oferece a segurança necessária aos olhos, que são órgãos sensíveis;
  • Máscara: é importante principalmente próximo a pacientes em estado delicado.

 

Confira nosso infográfico abaixo e use no seu dia a dia!

Infecção hospitalar

Agora, seguem algumas dicas de proteção aos pacientes para evitar Infecção Hospitalar:

  • Pessoas com doenças contagiosas não devem visitar o paciente;
  • Manter sempre as vacinas em dia, tanto o paciente quanto as visitas;
  • Os pacientes não devem ingerir alimentos crus trazidos de fora do hospital;
  • Evitar flores e demais “decorações”, principalmente nos quartos de pacientes com baixa imunidade.

Quando o assunto é segurança, a DuPont faz questão de compartilhar informação. Seja em ambientes de alto risco ou lugares mais tranquilos, o importante é garantir o bem-estar de todos.