Dicas

Vestimenta para proteger o trabalhador: tamanho importa, sim!

Pense nas vezes em que você vai até uma loja comprar uma roupa. Você escolhe uma de boa qualidade, pega um número que geralmente serve e entra na cabine. Experimenta, olha, re-olha, se movimenta e, só então, parte para o caixa. Esse é um processo mais do que comum quando falamos de camisetas, vestidos, shorts, casacos e outros. E com um equipamento de proteção, não deve ser diferente.

Afinal de contas, toda compra é um investimento, e ninguém deveria investir em algo que não se encaixe de forma certeira no dia a dia – ainda mais quando falamos de saúde e segurança.

 

Os riscos de usar um tamanho inadequado

Toda vestimenta é feita com um propósito primordial: proteger o trabalhador. Mas uma de tamanho inadequado pode ter justamente o efeito contrário, colocando até mesmo a vida da pessoa em risco. Vestimentas que ficam apertadas, além de gerar desconforto, comprometem a mobilidade, o que pode causar um acidente por movimentos incorretos. Os riscos também são ampliados com vestimentas muito largas: a sobra de tecido possibilita pontos de contato desnecessários com equipamentos e produtos perigosos.

Pense em uma situação em que há necessidade de evacuar um local rapidamente. Tanto com uma vestimenta muito justa quanto com uma larga, os riscos aumentam ainda mais: a menor dificulta o movimento, e a maior ainda potencializa contatos indesejados.

 

“Como descubro o número certo para mim?”

Na DuPont, as vestimentas encapsuladas e não-encapsuladas possuem uma gama de tamanhos para atender a necessidade de todos os trabalhadores. A seguir, preparamos duas tabelas simples para auxiliar você na escolha do número adequado para o seu corpo. É simples: basta ver em que tamanho os valores do seu peso e da sua altura se cruzam.

 

tamanho da vestimenta

 

 

 

tamanho da vestimenta

 

Assim como fazemos com as roupas que usamos normalmente, é importante também que você prove a vestimenta (incluindo outros EPIs que você utiliza no dia a dia, como botas e luvas), fazendo movimentos que você realiza no trabalho para ver se aquele realmente é o número ideal.

 

A proteção no seu dia a dia começa muito antes de vestir o EPI. Escolha sempre o tamanho ideal e garanta o máximo de conforto, durabilidade e mobilidade!