Dicas

Cabos de Aço: o que você precisa saber para preservá-los do risco?

Cabos de aço são uma espécie de corda de dois ou mais fios torcidos ou entrelaçados, produzidos com aço flexível, resistente e durável. Atualmente, eles são usados para diversos tipos de serviço como sustentar objetos, elevar, suportar e dar estabilidade para equipamentos e cargas diversas.

No meio industrial, eles são mais utilizados do que cordas de fibra, já que possuem maior força no mesmo diâmetro e peso. Sua resistência não se altera, independente das condições climáticas. E, por sua alta durabilidade, ele é o melhor custo benefício do mercado a longo prazo.

Entretanto, realizar inspeções constantes para preservar a vida útil dos cabos de aço da sua empresa é essencial. Mas afinal, você sabe o que fazer em caso de danos?

 

Fique atento aos danos mais comuns

A inspeção dos cabos de aço precisa ser feita periodicamente por um profissional de Segurança do Trabalho e também diariamente, pelos colaboradores que manuseiam os cabos. Como esses materiais estão sempre sob muita tensão, é preciso ter bastante cuidado ao efetuar suas inspeções.

Indícios de corrosão, desgaste ou dobraduras

Neste caso, o melhor a se fazer é descartar o cabo. Cordas de aço, quando dobradas, não podem ser reparadas.

Arames quebrados

Caso existam arames quebrados ou que não estejam dentro dos padrões de segurança, substitua-os imediatamente! Se reparar que o cabo foi esmagado, achatado, aberto (em formato de “gaiolas”) ou qualquer outro dano que cause sua distorção, é essencial descartar também.

 

Agora que você já sabe os problemas mais recorrentes, veja manutenções simples que você pode fazer para garantir a eficácia dos cabos e a segurança de quem trabalha com eles.

 

Como fazer a manutenção dos seus cabos

Lubrificação correta

O cabo precisa estar bem lubrificado e armazenado para que não haja corrosão ou outro tipo de dano. Sempre verifique a qualidade das emendas e conexões e, aos primeiros sinais de imperfeição, procure corrigir imediatamente!

Metal de sacrifício

Os cabos que ficam em ambiente externos são expostos à oxidação e, para eles, é indicado a utilização de um metal de sacrifício. Normalmente esse metal é um ânodo – elétrodo para onde migram os íons negativos – que é colocado em contato com o cabo de aço para criar uma camada de proteção que faz uma blindagem temporária. Ele serve para proteger a durabilidade dos cabos e pode ser substituído quando necessário.

 

Cabos de aço podem prejudicar tanto os olhos quanto as mãos de quem trabalha com eles. Por isso, equipamentos como as luvas de DuPont™ Kevlar® são essenciais: promovem proteção forte, confortável e durável contra cortes e abrasões. É a confiança de que todos os colaboradores vão realizar um bom trabalho e claro, com toda a segurança necessária para o dia a dia.

Posts relacionados: