Dicas

Os 3 segredos para a vestimenta Tychem ideal.

DuPont Tychem® existe há mais de 30 anos e, desde então, revoluciona o mercado de proteção de agentes químicos e gases tóxicos. Sua tecnologia e resistência incomparáveis têm sido motivo de confiança para quem escolhe e também para quem usa. Ao longo dos anos, inúmeras vidas já foram salvas graças ao seu nível de proteção para produtos químicos, fogo repentino, arco elétrico, abrasão e muitos outros.

A qualidade final da experiência com Tychem pode ficar ainda melhor quando levamos em conta algumas informações e cuidados. Confira, abaixo, todos os segredos para uma vestimenta Tychem ideal!

1—Entenda a diferença entre penetração e permeação

No meio industrial, muito se fala sobre a capacidade de resistência de uma vestimenta, mas, nem sempre a diferença entre penetração e permeação de agentes químicos fica evidente. Entretanto, entender a distinção entre esses dois perigos é primordial para uma escolha assertiva.

Penetração é quando uma substância química na parte externa da vestimenta passa fisicamente para a parte interna e/ou para a pele do trabalhador. Pode acontecer por diversos fatores como a porosidade, desgaste do material ou até pelos detalhes da costura.

Para identificar a capacidade de permeação de um EPI, é observado o tempo que uma substância química pode levar até atingir a parte interna da vestimenta e/ou a pele dos trabalhadores, rompendo a barreira de proteção. Evidentemente, quanto maior a barreira de permeação, mais protegido estará o trabalhador. Entender o conceito de permeação e sempre escolher um EPI que atenda também a este cuidado é essencial para manter o trabalhador seguro durante toda a longa jornada de trabalho.

Veja mais sobre esse assunto.

2 —Aproveite as subvestimentas para uma proteção integrada

Se expondo ou não a uma intensidade extra de perigos, é importante ter em mente que as subvestimentas são tão importantes para o colaborador como o próprio EPI. Sob DuPont™ Tychem® vale lembrar que somente podem ser utilizadas peças de materiais não fundentes, como a tecnologia Nomex® ou outros tecidos como lã, algodão, seda e rayon.

Sempre verifique também se o tamanho do EPI e da subvestimenta, são os adequados para cada usuário: trajes volumosos ou pequenos demais, por exemplo, podem limitar a movimentação e expor o colaborador a mais perigos.

Descubra sugestões para subvestimentas.

3 —Tychem também é responsabilidade do colaborador

Mais do que fornecer um EPI adequado para a equipe, é preciso treiná-la sobre o bom uso de cada material. No caso de DuPont Tychem® e outros materiais de proteção química, é responsabilidade do colaborador verificar se a vestimenta selecionada / homologada pela área responsável de sua empresa é condizente com o uso pretendido.

O colaborador também é responsável por inspecionar as vestimentas, tanto antes do uso como periodicamente e, se estiver com algum tipo de e/ou contaminação, jamais deve ser utilizada!

Confira as principais responsabilidades do usuário aqui.

Nunca se esqueça: Tychem tem sim tecnologia incomparável e que reduz eficientemente o risco de lesões, mas nenhum traje é capaz de proteger sozinho e eliminar todos os riscos. O bom uso por parte do usuário também é uma colaboração vital para uma experiência segura.

Da próxima vez que você for indicar ou adquirir seu DuPont Tychem®, já sabe: clique aqui para acessar todas as informações técnicas do seu produto e leve em consideração todas essas dicas!