Agenda

Os perigos invisíveis do incêndio

Riscos de incêndio podem estar em situações e objetos que, sozinhos, parecem inofensivos. Ou até mesmo imperceptíveis. Você pode achar que pedaços de pano não são uma ameaça, mas muito incêndio já foi causado por trapos oleosos empilhados, que juntos geraram calor suficiente para pegar fogo. Outros, por uma microscópica poeira, que também pode causa um incêndio.

Conseguimos, sim, visualizar que um fósforo ou cigarro acesos sobre pedaços de pano representam alto risco e assim adotamos os devidos comportamentos de prevenção, como prestar atenção à sinalização de proibido fumar.

Mas, um material pode pegar fogo sem a presença de uma chama externa? Nestes casos, é possível prevenir? A resposta é: sim, podemos evitar gerar situações que proporcionem o surgimento espontâneo de fogo. E um profissional de Segurança do Trabalho deve não só conhecer todas essas medidas de precaução, como também orientar a equipe a seguir certas condutas de segurança.

COMO UM SIMPLES TRAPO PODE PEGAR FOGO SOZINHO?

Primeiro, devemos lembrar que o calor é um dos três elementos para fazer fogo. Junto com o oxigênio e o combustível, que pode ser justamente um pedaço de tecido embebido em óleo, formamos uma combinação especialmente perigosa.

A autoignição é um processo de lenta geração de calor a partir de materiais combustíveis. Em certas condições ideais, se é que podemos chamá-las assim, o calor gerado atinge a temperatura de ignição do material e pronto: havemos fogo.

O grau necessário para isso depende de cada combustível, ou seja, alguns materiais entram em ignição mais rapidamente do que outros. De qualquer forma, devemos evitar esse cenário assustador.

Pedaços de pano comumente utilizados com certas substâncias, como óleo de linhaça e óleo de motor, devem ser deixados em lugares onde não tenham oxigênio suficiente para pegar fogo. Uma lata de metal com tampa automática é uma excelente alternativa.

QUANDO O PERIGO ESTÁ ALI E VOCÊ NÃO CONSEGUE VER.

Além da autoignição, você deve ficar atento a micropartículas que podem simplesmente explodir quando entram em contato com alguma fonte de calor. Muitos materiais que não são originalmente inflamáveis em condições normais, como a madeira e certos metais, podem gerar as chamadas poeiras explosivas.

A poeira não explodirá se estiver no chão ou sobre alguma coisa. Mas, se você lançá-la ao ar, verá que uma simples centelha pode fazê-la explodir. Aliás, é melhor que você não veja. Em espaços fechados, como numa mina de carvão, a poeira poderia produzir pressões que ninguém suportaria.

Para se manter protegido, siga certos cuidados:

  • Mantenha a poeira separada do ar o máximo possível;
  • Não deixe a poeira se acumular, limpando-a sempre com uma vassoura de fibra macia ou um aspirador de pó;
  • Mantenha as fontes de ignição afastadas;
  • Se você trabalha exposto a riscos de chamas, use o EPI adequado para garantir sua segurança.

Acesse nosso site e conheça todas as soluções da DuPont para garantir sua proteção contra inimigos visíveis e invisíveis.

Posts relacionados:

Este website utiliza cookies para melhorar a experiência do utilizador e para analisar o desempenho e o tráfego no nosso website. Nós também compartilhamos informações sobre o seu uso do nosso site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise.