Leis

NR-36 – Tudo que você precisa saber para gerenciar câmaras frias

A NR-36, norma regulamentadora de número 36 , ou a NR dos frigoríficos, como também é conhecida tem como principal objetivo a regulamentação e fiscalização de ambientes frios, como frigoríficos, abatedouros e câmaras frias no geral, foi muito importante para a segurança, qualidade de vida, saúde e dignidade dos trabalhadores. Em 2017 foram notificados mais de 1400 acidentes por mês somente em frigoríficos. O que reforça a importância da NR assim como a sua fiscalização.

Dos riscos descritos na NR-36, trouxemos alguns dos mais recorrentes em frigoríficos e abatedouros:

Ruídos

Partindo do princípio de Hierarquia de Controle de Riscos, que seria a ordem que cada item deve ser feito para mitigar seus danos. A norma determina:

  • Eliminação dos ruídos nocivos para nós;
  • Redução de sua emissão sempre que possível (ajudado com medidas coletivas e etc); e
  • Redução da exposição (onde entram os EPIs, quando sua redução não é possível)

Conforto Térmico

A NR fala sobre as medidas preventivas para que o conforto térmico, ou conforto com a sensação térmica do corpo e circunjacências, seja sempre priorizado. As principais ações para isso, são:

  • Manutenção constante de equipamento de proteção individual e coletiva (EPIs e EPCs)
  • Acesso fácil a água fresca;
  • Uso de EPIs compatíveis com o ambiente de trabalho (Como a linha DuPont™ Kevlar®, que te protege contra o frio e contra os cortes)

Saiba mais sobre o conforto proporcionado pelos EPIs aqui: Vestimenta para proteger o trabalhador: tamanho importa, sim!

Qualidade do ar (Agentes químicos e agentes biológicos)

São separados em 3 itens na NR, mas como a prevenção destes riscos é parecida para os trabalhadores, resolvemos uni-los em um tópico só.

A NR dita que os métodos de prevenção nestes casos, são:

  • Ter um plano de resposta a emergências;
  • Identificação dos agentes e seus perigos;
  • Uso adequado de EPIs (A linha DuPont™ Tyvek® garante máxima proteção contra agentes químicos e biológicos, testados, também, contra a amônia, principal risco no caso de contaminação por agentes químicos)

Ficou curioso? Veja este nosso post sobre Mitos e Verdades: Covid-19 e diferenças entre Proteção Biológica vs Proteção Química.

Há outros temas de risco mencionados na NR-36, como: acréscimos específicos de ergonomia (NR-17), repetição de movimentos repentinos em curto espaço e etc., mas deixaremos de fora desta postagem, pois este assunto merece uma cobertura especial sobre.

As especificações da NR foram e continuam sendo primordiais para um ambiente de trabalho mais seguro. Assim como as linhas DuPont™ Tyvek®, DuPont™ Tychem® e DuPont™ Kevlar, que formam a proteção perfeita contra contaminação, possíveis cortes, abrasão e o frio.

Não perca mais nenhuma norma regulamentadora e continue se informando com a gente aqui no Falando de Proteção.

 

 

Posts relacionados:

Este website utiliza cookies para melhorar a experiência do utilizador e para analisar o desempenho e o tráfego no nosso website. Nós também compartilhamos informações sobre o seu uso do nosso site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise.