Carreira

Aprenda a lidar com gerenciamento de riscos antes que seja tarde demais

O gerenciamento de riscos é uma atitude importantíssima, e muitas vezes até decisiva, no que diz respeito à Segurança do Trabalhador. Afinal, sabemos que a melhor forma de lidar com acidentes é impedir que eles aconteçam.

Para evitar um cenário trágico, o primeiro passo é saber como identificar possíveis riscos e, posteriormente, tomar as medidas cabíveis para que eles não se tornem, de fato, acidentes fatais.

E você não está sozinho nessa! Para te ajudar a manter os trabalhadores seguros, você conta com alguns aliados no gerenciamento de riscos, como o PGR, o GRO e a NR 38.

Espera aí! Você nunca ouviu falar em nenhuma dessas siglas? Elas te parecem estranhas? Ou você até mesmo sabe o que significam, mas não faz ideia de como aplicá-las no dia a dia de uma empresa?

É hora de ficar por dentro! Acompanhe a nossa Quinzena Especial sobre Gerenciamento de Riscos aqui no Falando de Proteção e comece já a implementar medidas de controle para evitar que um simples risco se torne algo muito maior do que deveria.

O papel do PGR no gerenciamento de riscos

O Programa de Gerenciamento de Riscos (PGR) é um conjunto de documentos que une todas as ações e procedimentos para evitar acidentes dentro de um ambiente de trabalho.

Como esse Programa foi desenvolvido especialmente para o gerenciamento de riscos, não precisamos nem dizer que ele é quem vai nortear todas as suas ações, certo?

No dia 22 de abril, quinta-feira, você vai conferir aqui no nosso blog um conteúdo especial com tudo que precisa saber sobre o PGR:

  •         Descubra o que é o Inventário de Riscos e o Plano de Ação, documentos essenciais do Programa.
  •         Saiba como implementar o PGR na sua empresa e começar um gerenciamento de riscos de maneira eficaz.
  •         Veja o passo a passo para estruturar o seu Plano de Ação.

Fique de olho! Você não pode perder esse post sobre o primeiro e principal Programa do nosso tema.

O gerenciamento de riscos não vai ser o mesmo depois do GRO!

Em vigor desde março de 2021, o Gerenciamento de Riscos Ocupacionais (GRO) chegou para cumprir o que o PGR já cumpre: evitar acidentes de trabalho. Temos, porém, alguns pontos que tornam esse Programa mais eficaz e assertivo.

O GRO possui um método próprio para a identificação e gerenciamento de riscos encontrados em ambientes ocupacionais. Assim, o processo se torna mais direto e menos burocrático, sempre considerando o PGR como instrumento de gestão.

É isso mesmo: ao contrário do que muitos pensam, o PGR não vai acabar! O GRO não vai substituir o PGR e, sim, fazer parte dele.

Acesse nosso blog no dia 27, terça-feira, e fique ligado em todos os detalhes sobre o Gerenciamento de Riscos Ocupacionais! Esse é um tema que tem gerado muitas dúvidas, então produzimos um conteúdo bem direto e esclarecedor para te responder:

  •         O que muda com a implementação do GRO?
  •         Qual é o principal objetivo do novo GRO?
  •         Como o gerenciamento de riscos operacionais pode se tornar muito mais simples?

Não perca! Ficar por dentro de tudo que há de novo é garantir que sua segurança esteja sempre à frente do desafio.

Os 4 pilares da NR 38 no gerenciamento de riscos

É verdadeiramente impossível falar em segurança sem colocar em voga a NR38, a principal Norma Regulamentadora que funciona como uma verdadeira base para colocar em prática o gerenciamento de riscos.

Para você ter uma ideia da sua importância, foi a NR 38 que criou o Programa de Gerenciamento de Riscos (PGR). Sem ela, provavelmente não executaríamos de forma correta as análises de riscos, sequer produziríamos inventários com esses dados coletados e isso tornaria impossível o desenvolvimento de planos de ação para controle. Já pensou no que esse cenário reservaria para os trabalhadores?

Você pode estar se perguntando: afinal, o que essa Norma Regulamentadora tem de tão especial? E você vai descobrir isso no dia 29, quinta-feira, acessando o nosso blog e conhecendo os 4 pilares que a NR 38 ergueu para sustentar a sua segurança.

Não deixe de conferir! Afinal, você nunca imaginou que um regulamento pudesse ser seu maior aliado.

Aqui, no Falando de Proteção, você vai sempre ter o apoio de quem você conhece e confia quando se trata de segurança: a DuPont. Há mais de duzentos anos pensando em inovação, estamos sempre buscando as mais recentes novidades do mercado para que você possa transformar conhecimento em autoproteção.

Acompanhe a nossa quinzena especial e se torne um verdadeiro expert quando o assunto for gerenciamento de riscos!

Posts relacionados:

Dia a Dia

Principais Termos de Segurança do Trabalho

Entender os termos de segurança do trabalho e seus significados ajuda a entender melhor alguns conceitos, compreender a linguagem e se comunicar melhor – uma das mais importantes formas de precaução, segundo especialistas. Abaixo, criamos um glossário com os mais utilizados termos de segurança do trabalho, categorizados em ordem alfabética para você encontrar o que deseja […]

Leia mais
Leis

As principais NRs

As NRs são uma maneira de melhorar as condições de trabalho na indústria, visando diminuir os acidentes e problemas gerados. Nossa legislação hoje conta com 36 NRs, cada uma com um tema específico que garante melhorias no dia a dia dos trabalhadores. Dentro do cenário atual o Falando de Proteção conversou com o Especialista em […]

Leia mais
máquina
Dicas

6 coisas que você precisa saber antes de operar qualquer máquina

Operar uma máquina de forma incorreta ou sem a proteção necessária é um ato extremamente perigoso que pode resultar em acidentes graves. Além das inspeções de segurança periódicas, que são feitas devido ao desgaste natural do equipamento, é fundamental que o próprio colaborador reserve um tempo para verificar suas ferramentas, sejam elas manuais ou elétricas, […]

Leia mais

Este website utiliza cookies para melhorar a experiência do utilizador e para analisar o desempenho e o tráfego no nosso website. Nós também compartilhamos informações sobre o seu uso do nosso site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise.