Leis

4 exigências da NR 38 que podem salvar a sua vida

A NR 38 é uma das Normas Regulamentadoras que estabelecem requisitos mínimos para garantir um ambiente de trabalho seguro. Sabemos que é verdadeiramente impossível falar em segurança sem colocar em voga os regulamentos que são a verdadeira base para que todas as medidas preventivas sejam colocadas em prática.

Então, vamos conhecer tudo sobre a principal norma para Gerenciamento de Riscos, a NR 38, e descobrir como ela pode ser implementada no dia a dia dos colaboradores?

 Um pouco da história da NR 38

A NR 38 foi a última das Normas Regulamentadoras a ser escrita. Ela determinou que, a partir daquele momento, seria obrigatório a criação de um Programa de Gerenciamento de Riscos (PGR).

Segundo a NR 38, é no atual PGR que deverão ser abordadas as medidas que antes eram tratadas no PPRA. E é aí que está sua importância! O PPRA possui o A na sigla, que determina uma abrangência limitada aos riscos ambientais. Já o PGR, por não ter essa limitação, permitiu uma abrangência maior, garantindo proteção a muito mais trabalhadores.

O que diz a NR 38?

Segundo este regulamento, é de responsabilidade da empresa aplicar as seguintes ações:

  •         Evitar riscos que possam ser originados no trabalho;
  •         Avaliar os riscos que não poderão ser evitados, através de um Mapa de Risco, e agir com as devidas medidas de controle;
  •         Implementar medidas de prevenção, como a fiscalização do uso de EPIs, sempre ouvindo os trabalhadores de acordo com a ordem de prioridade estabelecida na NR 1;
  •         Adaptar o trabalho ao trabalhador.

 Atenção: a NR 38 não foi criada para fins de caracterização de operações insalubres ou mesmo perigosas! Atividades com essas características deverão seguir de acordo com as suas respectivas normas.

Veja as 4 exigências previstas pela NR 38

Para que o Processo de Gerenciamento de Riscos seja realizado perfeitamente, a NR 38 determina que o planejamento contenha a identificação de todos os riscos decorrentes do local de trabalho.

Sendo assim, a Avaliação de Riscos deverá considerar, obrigatoriamente, quatro pontos. Confira quais são eles:

Não se exponha a riscos desnecessários! Garanta que a sua empresa siga à risca a NR 38 e acesse o SafeSpec™ para conferir EPIs que garantem sua proteção no ambiente de trabalho.

Posts relacionados:

Carreira

Aprenda a lidar com gerenciamento de riscos antes que seja tarde demais

O gerenciamento de riscos é uma atitude importantíssima, e muitas vezes até decisiva, no que diz respeito à Segurança do Trabalhador. Afinal, sabemos que a melhor forma de lidar com acidentes é impedir que eles aconteçam. Para evitar um cenário trágico, o primeiro passo é saber como identificar possíveis riscos e, posteriormente, tomar as medidas […]

Leia mais

Este website utiliza cookies para melhorar a experiência do utilizador e para analisar o desempenho e o tráfego no nosso website. Nós também compartilhamos informações sobre o seu uso do nosso site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise.