EPIs

Segurança do trabalho em hospitais: por que os EPIs são a chave da saúde?

Quando falamos de segurança do trabalho em hospitais, é impossível não pensar em um ambiente limpo, bem dirigido e com profissionais treinados. Dentre todas as condutas ideais para esses espaços, uma das principais delas é o uso dos Equipamentos de Proteção adequados.

Desde o início da pandemia da covid-19, inclusive, esse tema vem ganhando espaço dentro e fora do nosso setor. Cuidar criteriosamente de cada funcionário hoje é uma questão de saúde pública e nossas ações são fundamentais para garantir o bem-estar de todos. Continue a leitura e entenda como os EPIs corretos mantém a segurança do trabalho e evita contaminações.

Clicando aqui, você confere as regras para uma paramentação segura nos hospitais.

Os principais EPIs para um ambiente hospitalar seguro

  1. Máscaras: elas podem ser de 3 tipos. As cirúrgicas, para combater acidentes de riscos biológicos e evitar a transmissão de doenças. As com filtro químico, para ambientes com superfícies químicas tóxicas. E as PFF2 ou N95, que impedem a proliferação de doenças contagiosas específicas graves como a covid-19.
  2. Protetor facial de acrílico: deve ser combinado com a máscara  para uma prevenção ainda maior.
  3. Luvas descartáveis: previnem infecções dos pacientes aos colaboradores e são feitas de látex hipoalergênico para oferecer máxima proteção e conforto.
  4. Óculos de proteção: evitam que secreções químicas ou biológicas respinguem no colaborador. Normalmente são de acrílico para não interferir na visão.
  5. Avental: ideal para práticas cirúrgicas ou quando existe risco de infecção. 
  6. Sapatos fechados: imprescindíveis para locais com material infectante, como centro cirúrgicos.
  7. Touca: protege profissionais de componentes perigosos e evita a queda de cabelos nos pacientes.

Você sabe prevenir uma infecção hospitalar? Confira os riscos e cuidados aqui.

Cuide de quem cuida: entenda suas responsabilidades como líder

  • Escolha os EPIs corretos para cada atividade;
  • Se o EPI não é reutilizável, não reutilize;
  • Disponibilize apenas EPIs com CA (Certificado de Aprovação);
  • Faça o armazenamento adequado e a manutenção periódica;
  • Substitua-os prontamente, em caso de danos;
  • Treine os colaboradores para o uso correto.

Ambiente seguro, responsabilidade de todos.

Mesmo que você não escolha os EPIs, pode fazer sua parte na segurança do trabalho em hospitais:

  • Use EPIs apenas para os fins que se destinam;
  • Mantenha-os sempre em boas condições;
  • Comunique imediatamente qualquer alteração ou dano;
  • Siga as recomendações de uso e peça auxílio sempre que achar necessário.

Acesse SafeSPEC e fique por dentro das melhores opções para proteger quem está na linha de frente da pandemia e de todos os outros perigos hospitalares. A segurança do colaborador significa a segurança de todos nós.

Posts relacionados:

Dicas

Infecção hospitalar: dicas de cuidados e EPIs

Há diversos riscos biológicos e Infecção Hospitalar que podem ser encontrados no ambiente hospitalar. O uso e o armazenamento adequados dos EPIs são obrigatórios para todos os profissionais da saúde, pois, mesmo seguindo todas as normas preventivas, não é possível sanar todos os riscos. Além disso, pequenos cuidados diários ajudam a evitar uma série de […]

Leia mais
Dia a Dia

Segurança e Paramentação em Hospitais

A saúde e a cura não existem sem medidas de segurança e paramentação em hospitais, devido aos riscos ocupacionais presentes nas instalações, nos equipamentos e materiais. Esse cuidado exige procedimentos que devem ser rigorosamente seguidos, de modo a antecipar, reconhecer, avaliar e controlar todos os riscos que podem trazer problemas de saúde a profissionais, aos […]

Leia mais

Este website utiliza cookies para melhorar a experiência do utilizador e para analisar o desempenho e o tráfego no nosso website. Nós também compartilhamos informações sobre o seu uso do nosso site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise.